segunda-feira, 19 de novembro de 2012

POLICIAIS AGRIDEM TORCEDORA DE 18 ANOS EM CURITIBA


Uma torcedora do Coritiba de 18 anos foi alvo de agressões pela Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone) da Polícia Militar. Ana Paula de Lima foi encostada em uma porta comercial, com as mãos para trás. Três policiais cercaram a garota e bateram a cabeça dela contra uma porta de aço.
Toda a ação foi filmada e publicada no site Youtube, horas depois do ocorrido. A confusão aconteceu antes do jogo contra o Vasco, na noite deste sábado (17), em que os torcedores organizaram a Caminhada da Paz. Assim que viram torcedores filmando a abordagem, policiais os intimidaram para que parassem a gravação.
A estudante que sofreu as agressões negou que tenha desacatado os policiais. A agressão teria começado depois de ela ter se negado a deletar o vídeo que tinha feito pelo celular dela. A entrevista foi dada ao jornal Gazeta do Povo.
A Polícia Militar publicou uma nota assim que tomou conhecimento do caso. Veja na íntegra o que foi enviado à imprensa:
“O vídeo já chegou ao conhecimento do Comando do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), o qual está determinou a abertura de um procedimento administrativo para apurar o que realmente houve. E caso fique comprovado que os policiais agiram irregularmente, eles serão punidos conforme prevê a Lei.
O Comando do BOPE também esclarece que não compactua com nenhum tipo de atitude que vá de encontro a todo e qualquer direito dos cidadãos, mas por “estarmos em um estado democrático de direito, e respeitando os dispositivos constitucionais, os policiais têm direito a ampla defesa e ao contraditório”.
O Comando do BOPE reitera que tem sido enfático em relação aos direitos dos cidadãos, mas somente será sabido o que realmente aconteceu ao término do procedimento instaurado”.
Assista acima o vídeo publicado no final da noite de sábado (17).

4 comentários:

  1. bandidos fardados... grossos..estúpidos

    ResponderExcluir
  2. Por isso que sempre digo: "Polícia é bandido que não deu certo."

    ResponderExcluir
  3. As imagens falam por si, não creio que exista álibi para o policial que é flagrado agredindo a jovem. Quem dera ela fosse a filha deste oficial do Bobe, esse cara estaria ferrado!!!!!!Mas.....como não é....vamos esperar a nossa lenta justiça e se houver justiça!!!

    ResponderExcluir
  4. A polícia militar é um nojo!

    ResponderExcluir